Amigos do Davi

Você pode fazer a diferença!

Acesse mensalmente esse site e veja suas novidades em relação a saúde e necessidade do Davi!
Ore por ele e estimule outras pessoas a fazerem o mesmo.
Abaixo você tem algumas opções para contribuir com essa causa.

Apoio Financeiro

 

No momento a família se encontra sem condições de arcar com todo o custo do tratamento, materiais, remédios e equipamentos necessários, razão pela qual, os Amigos do Davi, todos nós, assumimos uma posição cristã de apoiá-los também financeiramente, através da conta bancária:
 

Banco do Brasil
Agência: 1849-X

Conta Poupança: 81000-2 Variação: 51
Titular: Telma Susete Martins (Mãe)



Para doações internacionais, click aqui!



Se você quiser ser lembrado para contribuir mensalmente, envie um e-mail para amigosdodavimartins@gmail.com dizendo: "Quero ser um doador mensal" ou clique aqui e escreva essa mensagem.

 

Apoio em Materiais e Plano Médico

 

As limitações das pessoas que sofrem trauma medular são enormes.
Há necessidade de manter mensalmente um plano médico,  pagar custos maiores de energia (uso de equipamentos 24 horas), água, telefone, e  de materiais e equipamentos caros que facilitam as vidas dessas pessoas e de suas famílías.

 

​Maio 2014

 

1- Contamos com suas orações e seu apoio financeiro para que possamos honrar cada compromisso e tornar o dia a dia do Davi e nosso um pouco mais leve.

2- Nos ajude a trocar o nosso veículo por outro maior, com a cabine mais alta e mais novo, evitando gastos com manutenção e possibilitando um transporte mais adequado e menos doloroso para o Davi.

3- O Custo dos remédios com receita médica tem em média o valor de R$ R$ 350,00 desde a última consulta com o médico.

4- Além dos medicamentos especiais solicitados pelo Fisiatra (abaixo listados, diariamente ele precisa tomar: Baclofen (6 comprimidos dia); Donaren 50mg; Velija 30 mg; Omeprazol 20mg, Micropore para curativo e PRIMO-DERM para hidratação. 

 

 

Apoio em Serviços Profissionais

 

Se você é um dos profissionais listados na página principal, ou um outro qualquer, que possa fazer diferença no tratamento e na recuperação do nosso amigo Davi, seja por métodos tradicionais, ou por métodos científicos alternativos, entre em contato conosco (Paulo Maia (19) 8872-2112), o qual será muito bem recebido.

Apoio para Pesquisa Científica

 

O caso do Davi nos sensibilizou à desenvolver um projeto específico de pesquisa visando a cura da tetraplegia ou pelo menos, meios para tornar a vida do tetraplégico um pouco melhor.
Se você quiser contribuir específicamente para o desenvolvimento dessas pesquisas quer serão desenvolvidas através de grupos multi-disciplinares, unidos por este site, deposite na conta do Davi e mande um e-mail com os dizeres específicos: "Contribuição para Pesquisa" e o valor depositado.

 
Outubro/13: quarta semana​

Certamente a bondade e a misericordia me seguirao todos os dias de minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias

 

 

 

UM DIA DE CADA VEZ – Parte 2

Como os discípulos enfrentaram ventos contrários em uma noite escura dentro do mar (Mateus 14:22-27),como eles, também enfrentamos noites e ventos soprando ao contrario, nos impedindo de seguir em frente, de romper, de ver o milagre de Deus. Mas, continuamos fazendo o que humanamente é possível fazer, porque o impossível Ele fará! Enquanto aguardamos, o Davi e nós nos esforçamos. Apesar dos tremendos gigantes que “gargalham” ao nosso redor e se opõe, prosseguimos!

Com o passar das semanas e dos exercícios e a graça e a bondade de Deus, hoje o Davi está com o pescoço mais firme, o seu tronco também apresentou melhora quanto ao equilíbrio, mas há muito que ser feito ainda! Ele mantém força nos antebraços, os movimentos finos ainda não voltaram, nem os movimentos inferiores, mas continuaremos persistindo.

            A luta contra a escara no cóccix é uma realidade dura, muitos medicamentos já foram administrados neste mais de um ano, mas ela permanece implacável. Havia melhorado um pouco antes da cirurgia do pescoço, mas quando voltou do hospital em meados de maio ela só piorou, devido ao tempo de internação mais uma vez. Após muitas tentativas, consulta com um especialista em infectologia e muita oração e intercessão, começou a se administrar um novo medicamento há pouco mais de vinte dias e a impressão é que ela “estacionou” e pouco a pouco está regredindo muito lentamente. Toda semana um enfermeiro da DUC vem visitar o Davi para fazer uma avaliação da ferida e ver como ela se comportou durante cada semana. ...Continua...

(Márcio Luis Viana Lima)

 

Continuemos orarando  também para que eles consiguam recursos para  trocar o carro da família por um adaptado ás ncessidades do Davi.

 

 

Outubro/13: quartasemana​Posso todas as coisas naquele que fortalece
 
 
 

 

A partir desta semana publicaremos a experiência da família Martins, na ótica do pai do Davi,  nos relatando  o dia a dia . Isto nos levará a entender como vivem os irmãos com tetraplegia ou com outras limitações  e  e a repercursão na família. Mas ao mesmo tempo poderemos ver  quem os coloca de pé e em luta: - o nosso amáves DEUS.

 

UM DIA DE CADA VEZ – Parte 1

Se fôssemos descrever nossos dias, semanas e meses a melhor frase seria: “Um dia de cada vez”. Cada dia é um desafio a ser vencido e vivido pela graça de Deus e só ela nos sustenta, a esperança e a fé são os únicos motivos de não desistirmos. A família permanece unida e firme N’Aquele que não pode e não vai falhar em Suas promessas. A semana é cansativa para nós e para o Davi, pois as idas e vindas à fisioterapia, consultas, etc., exigem muito de todos. Nas sessões de fisioterapia o Davi recebe “choques” no pescoço, depois nas costas e também nos braços para estimular sua parte neurológica. Na sequência ele vai se exercitar na bicicleta elétrica fazendo o movimento das pernas primeiro para frente e depois para trás. E por último ele vai exercitar os braços, uma espécie de “remador” que executa também o movimento para frente e para trás. Os exercícios o deixam bastante cansado, pois exige muito de todo o seu corpo, entretanto ele permanece firme em cada etapa e vez por outra se sente um pouco mal, porém, logo retoma até a conclusão do ciclo do dia.

            Nós que convivemos cada momento e cada dia com ele, quase não percebemos as mudanças, a verdade é que elas são lentas, muito lentas, por isso muitos desanimam no processo. Na clínica o Davi é o mais novo de todos os pacientes. Neste tempo ele já conquistou o carinho e o amor deles e praticamente todos os preciosos pacientes, na grande maioria de idosos que sofreram AVC, o estimulam e o desafiam a continuar firme. Eles dizem: “Firme Davi você vai voltar a andar e retomar seus movimentos, não desista!”. Temos tido o privilégio de conviver cada semana com eles, presenciando suas deficiências, debilidades e persistência, mas numa sinergia muito rica e preciosa para todos nós. O ambiente é leve apesar das dificuldades de cada um, mas sempre há motivos para rir e nos descontrair entre uma brincadeira e outra. A terapeuta Sandra, Fabiana e o Carlos (enfermeiro) estão sempre ali procurando deixar o ambiente o mais leve possível sempre se predispondo a ajudar no que for preciso, gente muito boa! .....Continua....

(Márcio Luis Viana Lima)

 

Outubro/13: terceira semana​

Posso todas as coisas naquele que fortalece

Abaixo o nosso amigo Davi, relata um ano do seu acidente

 

 

É difícil organizar tudo em uma linha de pensamento que seja compreensível, mas vou tentar. Algumas pessoas tem me procurado e me perguntado como foi toda a minha experiência com o acidente. Outras perguntam se eu lembro dos momentos antes, durante e depois. Algumas outras me incentivam a contar tudo pra usar como testemunho de tudo o que tem acontecido comigo. Enfim, aqui agora vou tentar contar um pouco de tudo, reunir as coisas que eu lembro com tudo o que eu vi e senti em tudo o que eu passei. Vou começar dizendo que acredito totalmente e completamente em Deus, sem Ele não teria aguentado um segundo se quer de tudo isso. Seja qual for sua religião, fé e crença, peço que respeite a minha, da mesma forma que eu procuro respeitar a todas.
Não sei muito bem como começar, porque não é como se estivesse marcado na minha agenda um grande evento para acontecer, eu só estava vivendo o meu cotidiano normalmente. Na verdade tudo aconteceu em uma viagem que eu fiz junto com minha família para a praia de Caraguatatuba - SP. Fazia muito tempo que eu não viajava pra lugar nenhum, então eu estava particularmente ansioso pra essa viagem. Eu estudava em uma escola técnica aqui em Campinas, o Cotuca, e quem conhece sabe como lá é puxado. Digo isso porque a viagem estava marcada para 11 de outubro, e caía bem no meio da semana, e eu precisaria falar alguns dias na escola. Em um desses dias eu tinha uma prova do técnico marcada então conversei com o professor e fiz a prova adiantado para evitar problemas. (pode parecer que algumas coisas que eu conte não façam muito sentido, mas estou narrando os acontecimentos que ficaram mais marcados na minha memória, e este foi um desses). Era uma viagem em família, e tínhamos alugado uma casa para ficar pois realmente estavam indo muitas pessoas.
Chegou finalmente o dia da viagem e eu lembro de nos encontrarmos todos na casa da minha avó para arrumarmos as malas, as comidas que levaríamos, doces, algumas malas e tudo mais... E também pra irmos todos juntos. Nos encontramos de manhã, pouco antes do horário de almoço e depois de tudo pronto seguimos viagem.
Pelo que eu lembro chegamos na praia já era tarde e também não estava tanto calor, mas eu queria muito ir pro mar, só que nao dava porque ainda não tínhamos almoçado e ainda tinha muita coisa pra arrumar. Depois de tudo mais ou menos ajeitado, eu e minhas primas estávamos combinando de ir pra praia, mesmo que só pra andar na areia porque já estava ficando tarde e frio pra entrar na água, mas acabou que fomos todo mundo em vez de só eu e minhas primas.
De noite eu lembro de ficar trocando mensagens no celular com uma amiga minha e de ficar jogando jogos de carta e de tabuleiro até de madrugada.
No outro dia, dia 12 de outubro, dia do acidente, acordamos de manhã, tomamos café e entramos nos carros pra irmos para as praias mais pra frente porque a que a gente estava era perigosa para banho (quanta ironia). Eu fui no carro do ex namorado da minha prima, junto com minhas primas e meu priminho.
Lembro dele estacionando o carro e da gente descarregando as cadeiras de praia na areia. Lembro de alguns primos meus entrando na água, da minha mãe saindo pra caminhar com meu avô e minha avó, e também lembro que eu tinha decido que não ia entrar na água, porque estava chovendo um pouco, eu não estava afim e também estava frio. Mas vendo o pessoal todo lá eu fui ficando com vontade de entrar e acabei por decidir entrar logo.
Nao sei como explicar a sensação que tive quando mergulhei e quebrei o pescoço, mas nao demorei muito perceber que alguma coisa estava errada. Era como se eu tivesse mergulhado e entrado dentro da areia e nunca chegasse o fim, como se eu tivesse indo cada vez mais fundo e mais fundo, ao mesmo tempo que meu corpo inteiro levasse o maior choque da minha vida, com uma dor indescritível e nada mais respondia aos meus comandos. Eu não tinha mais controle nenhum sobre meu corpo, e quando me dei conta disso entrei em desespero pois tinha certeza absoluta que ia morrer. Meu corpo estava parado, com só minhas costas flutuando na água (minhas pernas, braços e cabeça estavam submersos) mas minha cabeça estava a mil. Eu não tinha noção do que havia acontecido mas tentava prender a respiração o máximo possível pra não morrer afogado, tentava ao máximo pedir por qualquer ajuda, tentava gritar, chamar, me mexer... Eu estava desesperado. Sempre tive um pouco de medo de ser levado pelas ondas, desde criança, e nessa hora estava apavorado porque sabia que isso ia acontecer. E sentia uma dor insuportável, mesmo no momento eu não sabendo definir exatamente onde, mas doía muito.
Sei que a primeira pessoa que me viu e me segurou foi meu primo, Rodrigo, porque me contaram que foi ele. Eu mesmo não lembro de como me tiraram da água, só lembro de já estar deitado na areia, com todo mundo me olhando. Lembro do primeiro olhar assustado estampado no rosto de todos, lembro que eu chorava muito, de medo, de pânico, mas, principalmente de dor. Meus parentes pediam pra eu ficar calmo e me perguntavam o que eu estava sentindo, porém estava difícil tudo fazer sentido na minha cabeça. As coisas estavam acontecendo rápido de mais, alguns chorando bastante, outros tentando disfarçar e parecer calmos (acho que pra não me assustar). Alguem gritando pra ligarem pra emergência, algumas pessoas que eu não conhecia se aproximando para ver o que estava acontecendo e tentar ajudar. Não lembro muito bem se já estava chuviscando um pouco ou se começou depois, mas lembro dos pingos caindo. E do frio que eu sentia. Meus braços pareciam serem feitos de chumbo e pegavam fogo por dentro. Eu chorava e reclamava muito de dor nos braços.
A maré começou a subir e embora eu não sentisse nada a água já estava no meu pé e continuava subindo. Foram preciso mais de uma pessoa pra me puxar pra cima porque ninguém queria mexer muito comigo até a ambulância chegar.
Ainda vejo meu tio pedindo pra eu mexer meus pés e eu dizendo que já estava mexendo. E dizendo depois que não estava sentindo minhas pernas. Lembro que meu tio, junto com meu pai e com quem estava ali por perto fizeram uma oração comigo, mas não consigo lembrar de nenhuma palavra que foi dita. Na minha cabeça eu só conseguia pedir pra Deus não me deixar morrer e pra parar de sentir dor.
A ambulância demorou menos que 15 minutos pra chegar, mas pra mim passaram-se horas. Enfim, a última lembrança que tenho da praia é a dos socorristas chegando com aquela prancha amarela. Depois disso, nada.
Tenho a vaga sensação de conversar com algumas pessoas através de piscadas - uma pra sim, duas pra não - mas nada concreto.
Minha memória volta quando eu já estou em campinas e eu estava muito confuso. Não sabia onde estava, o que tinha acontecido (muito pouco, na verdade) e nem quanto tempo tinha passado. Além de toda confusão que já seria normal por conta de tudo, fica tudo muito embaralhado porque tive muitas alucinações. Coisas que eu jurava que tinham acontecido que fui descobrir só depois que na verdade não tinham.
Por exemplo lembro muito bem quando minha prima Elaine foi me visitar, na verdade acho que minha memória em Campinas volta com a visita dela, e eu fiquei tão feliz quando vi o rosto dela, mesmo que eu tenha demorado alguns segundos pra reconhecer - e eu demorei. E quando ela me perguntou se eu sabia onde eu estava, eu respondi que estava no Rio de Janeiro, e até ela me explicar que não, eu realmente estava lá.
Não vou ficar contando todas as alucinações que eu tive, porque foram muitas e tão reais que algumas eu duvido até hoje que não tenham acontecido, mesmo todos me falando que não, mas no hospital eu vivia redescobrindo coisas que nunca aconteceram.
Voltando a falar da visita da minha prima, eu lembro que ela tentava me informar das coisas que tinham acontecido nos últimos dias, mas sempre de um jeito muito positivo. Ela me contava que muitas pessoas já estavam sabendo do acidente e que no mundo todo havia pessoas orando por mim. Lembro que eu tentava mexer meus braços mas eles estavam tão pesados que mesmo eu fazendo a maior força do mundo, eles só mexiam poucos centímetros, e ela, com toda paciência do mundo me ajudava sempre que eu pedia. Foi nessa conversa com ela que eu fui tendo a magnitude da situação.
O resto das lembranças no hospital (especificamente o tempo que fiquei na UTI - cerca de 50 dias) são momentos isolados que eu não sei exatamente quando aconteceram.
Lembro quando minha irmã foi me visitar junto com minha prima, e eu já não estava mais falando porque estava com traqueo e ligado ao respirador mecânico. Lembro da visita de uma senhora que sempre ajudou minha mãe a cuidar de mim. De uma ex professora minha, Lucimara. Dos meus amigos, quase irmãos, Victor e Tanie. De outros amigos (não menos importantes) e dos meus familiares, pastores e próprios funcionários do hospital que sempre arranjavam um tempo pra ir meu ver, enfim, muita gente.
Mas, sobre tudo, do hospital eu lembro do constante medo que eu tinha daquela máquina barulhenta do meu lado parar de funcionar e eu parar de respirar por causa disso, de todas as agoniantes aspirações que eram feitas com sonda, diretamente na traquéia pra retirar a secreção, daquele relógio na parede e de como eu contava todos os segundos do dia só esperando a hora da visita pra eu poder ver meus pais, de como eu ficava angustiado com cada minuto que a visita atrasava. Lembro de como eu queria que meus pais ficassem ali comigo, o dia todo, todos os dias.
Lembro da fome que eu sentia, pois só me alimentava por sonda, e da sede que queimava minha garganta dia e noite. Lembro das movimentações em bloco, e dos papos que os enfermeiros conversavam na minha frente. Lembro de como me aproximei muito de alguns enfermeiros e nunca vou esquece-los. Lembro das dores que eu sentia, me deixando sem dormir muitas noites, precisando até tomar morfina em alguns dias. Lembro que foi a pior época da minha vida, mas lembro de como eu tive forças pra vencer cada dia. Como Deus esteve do meu lado, cada segundo, segurando minha mão e sussurrando em meus ouvidos.

Há muito mais pra ser contado, mas não dá pra escrever tudo. Tem coisas que palavra nenhuma consegue descrever.
Desde então as lutas continuaram a chegar, sempre, mas desde o momento em que quebrei o pescoço, lá na praia, ganhei uma certeza que jamais vou perder. Deus está sempre do meu lado. E sabendo disso, vou continuar lutando até que se cumpra o propósito Dele na minha vida.

 

 

 

 

 
 
 
 
 
 
Setembro/13: quinta semana​
 

​​Alegrai-vos sempre no Senhor.

 

  1. Davi esteve esta semana com a Dra. Érika (dentista) que carinhosamente tem prestado toda ajuda e apoio i na continuidade do tratamento dentário dele, a família agradece imensamente.

  2. Continua as sessões de fisioterapia semanais na clínica Biophisio sob a supervisão da Dra. Sandra,

  3. O tratamento da escara continua a cada dia, a evolução para melhora tem sido muito lenta, entretanto há um esforço conjunto da família, do Davi e da assistência da enfermagem na cura, mas tudo podemos com a Graça de Deus

  4. Continuemos orando para a família conseguir um veículo adequado para o trânsporte do Davi.

 

SANTO,  SANTO,  SANTO É o SENHOR NOSSO DEUS !

 

 

Setembro/13: quarta semana​

​​Alegrai-vos sempre no Senhor.

 

 

Caros amigos do Davi, nenhuma mudança do quadro ocorreu nesta semana. A escara não diminui e ele continua fazendo fisioterapia.

Oremos e esperemos no Senhor bençãos  para que nesta semana tenhamos notícias de cura.

 

Continuemos orarando  também para que eles consiguam trocar o carro da família por um adaptado para o Davi.

 

Eclesiastes 11.1 lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás.

 

 

Setembro/13: Terceira semana​

​​Celebrai com júbilo ao Senhor!

 

 

  1. Davi continua firme na fisioterapia, cada sessão um desafio e a esperança de resultados cada vez mais promissores.

  2. Oremos pelo Davi, pois continua a batalha para vencer a escara, ela não tem cedido e a impressão é que não esta diminuindo. Na próxima segunda haverá nova avaliação. A família tem contatado amigos e pessoas que estão na área na busca de soluções mais eficientes para seu tratamento. Toda ajuda neste sentido será muito bem vinda.

  3. Continua o tratamento com a pedóloga Angélica, que tem dedicado todo cuidado e carinho para com ele, a família externa sua gratidão por estes cuidadas.

  4. Muitas pessoas “curtiram” o depoimento do Davi no facebook solicitando ajuda, apoio e orações com o objetivo da possível troca do carro da família por uma Doblô Adventure adaptado (Melhor custo benefício), visando o seu transporte no entanto. Agradecemos a contribuições de todos os que já estão contribuido e/ou orando. Ainda que este  resultado, hoje, esteja longe de ser atingido, Deus 'e nosso Pastor e nada nos faltará. A família  continuam confiando e crendo que Deus providenciará e fará o melhor para o Davi.

 

Rendei graças ao Senhor e bendizei-lhe o nome, porque o Senhor é  bom e sua misericórdia dura para sempre. 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Setembro/13: Segunda semana​

​​Como é bom perceber que muitos seguem o mandamento do Criador

Amarás o teu próximo como a ti mesmo!

 

 

  1. Após visita da enfermagem responsável pela escara no Davi, foi tomada algumas precauções para debelar esta ferida que insiste em não fechar. Ela permanecer aberta e um pouco profunda ainda. Curativos estão sendo administrados e semanalmente esta sendo feita avaliação para análise. Espera-se que estas novas medidas comecem a dar resultados mais rápidos, pois tem sido uma luta constante para família e para o Davi. Esperemos, com paciencia e oração  sempre no Senhor.

  2. Toda documentação foi entregue ao Ministério do Exército em Campinas para que o Davi obtenha a sua reservista. Seus pais já o levaram para apresentação aos responsáveis por esta área. Agora é esperar o prazo para que a documentação possa correr pelos trâmites normais. O Davi deverá apresentar-se novamente para retirada do documento em breve.

  3. Segue três vezes por semana os exercícios na Clínica BIOPHISIO sob os cuidados da Dra. Sandra que tem acompanhado o Davi em todo o processo de reabilitação. Seus pais o tem acomanhado  regularmente  o encorajando a cada dia para que ele permaneça firme.

  4. A Dra. Angélica, pedóloga, continua dando toda assistência ao Davi na recuperação da inflamação em suas unhas, todo o trabalho tem sido feito gratuitamente, com muito amor, abençoando o Davi e sua família.

  5. O Davi esteve presente, com seus pais e irmã, no último dia de gincana no seu colégio,  COTUCA. Foi uma tarde muito emocionante, todos os alunos e professores o receberam com grande entusiasmo quando de sua chegada . Alunos e professores  propuseram, na medida do possível, ajudar o Davi na compra de um guincho hospitalar para facilitar a sua movimentaçã cama /cadeira e vise versa e para colocá-lo e retirá-lo do carro par a cadeira dentro.

  6. Continuam os esforços e orações para que possibilidades sejam criadas para troca do carro da família por uma Dôblo Adventure(melhor custo benefício). Os pais já estiveram na Tempo veículos e na empresa Cavenaghi que os orientou na indicação do veículo e do equipamento adequado para transporte. Este é mais um gigante a ser vencido, devido as limitações financeiras.

  7. A Dra, Érika segue dando continuidade ao tratamento nos dentes do Davi, que foram iniciados pela Dra. Sélia e Dra. Sandra, tem sido uma benção o apoio incondicional destes bondosos profissionais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

D  EUS é grande, e se reve-la  através do amor de tantos irmão e amigos  que tem suprido este lar.

Louvado Seja o Senhor!

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
Setembro/13: Primeira semana​

​​Quem tem um amigo tem um tesouro

 

Nesta semana estamos divulgamos o pedido especial do Davi.

 

Para quem ainda não me conhece , ano passado, com 17 anos, eu sofri um acidente na praia que me deixou tetraplégico. Após 3 meses internado no hospital eu finalmente pude voltar para casa. Desde então tem sido uma luta diária para superar as dificuldades do dia a dia. Graças a Deus, aos meus amigos e muitas pessoas que eu não conheço as coisas tem se tornado mais fáceis, na medida do possível, através de ajuda que eles tem me dado. Mas tem sido cada vez mais difícil a minha  locomoção visto que dependo totalmente dos meus pais para ir à qualquer lugar.

Como  não termos carro adaptado para cadeira de rodas é necessário que meus pais façam força para me tirar da cama e colocar na cadeira de rodas e depois tirar da cadeira de rodas e passar para o carro. Isto tem prejudicado a saúde dos meus pais .
A melhor maneira de locomoção é um carro adaptado porém não temos condições para adiquirir um, ja que o material necessário para atender as minhas necessidades físicas é muito caro e meu pai se encontra desempregado há mais de 3 anos,

Nosso desejo é adiquirir um carro adaptado ou trocar o nosso carro atual por um que seja adaptado, mas para isso precisamos de recursos.
Dessa forma estou apelando para as redes sociais para pedir, que se puderem, me ajudem a consiguir o carro.
Também peço que você compartilhe essa mensagem para seus amigos do facebook e me ajude a divulgar essa campanha.
Se você quiser saber mais sobre o acidente e tudo o que aconteceu desde então acesse o site
www.amigosdodavi.com

Abaixo os dados  da conta poupança que estamos usanda na campanha em nome de minha mãe e do amigo que tem ajudado na campanha

Banco do Brasil
Agência: 1849-x
c/c: 81000-2
Fav. Telma Lima e Paulo Alves Maia

Peço novamente que seu apoio, pois realmente não tem sido fácil passar por tudo isso.
Desde já agradeço a todos de coração que ao menos leram essa mensagem e peço a Deus que você jamais passei por situação semelhante.
Grande abraço, obrigado.

Davi Lima Martins

 

 

Agosto/13: Quarta semana​

​​O meu Socorro vem do Senhor que fez o céu e a Terra

  1. Nesta terça-feira Davi foi para um pesqueiro em Paulínia com os amigos Ronaldo e Karina e depois participou de uma noite do cachorro quente em sua residência, foi um tempo muito prazeroso para o Davi e para eles.

  2. Ele continua indo três vezes por semana na BIOPHISIO com a Dra. Sandra que o tem desafiado nos exercícios e segundo ela, ele tem se saído muito bem. Torcemos para que as melhoras sejam cada vez mais progressivas.

  3. A escara não tem diminuído embora. A família pediu nova avaliação da ENF Lar responsável pelo controle da ferida para esta nova semana. Uma nutricionista entrará em contato com a família para encontrar meios de reverter à situação, bem como outro complemento nos curativos. A família comprou e está administrando colágeno em cápsulas para ajudar na cicatrização da ferida.

  4. Neste sábado ele foi ao cinema com os amigos celebrar o aniversário de um deles e graças a Deus está muito bem.

  5. Os transportes do Davi tem sido um desafio  a cada semana, entretanto a família acredita que em breve Deus os ajudará na troca de seu veículo por uma Dôblo que seria certamente uma excelente aquisição neste tempo de superação.

  6. O Davi está dormindo durante as noites com as órteses de mãos segundo orientação da fisioterapeuta, apesar do desconforte, ele tem persistido.

  7. Ele continua tomando o Baclofen e Étina, três comprimidos de cada por dia para melhorar os espasmos, ambos são comprados em farmácia comum visto que não estão disponíveis na rede. Amostra grátis de ambos seria uma boa ajuda para família. Além destes, ele toma diariamente: Sertralina, Nortripitilina e Omeprazol.

  8. Continuemos orando para a família conseguir um veículo adequado para o trnsporte do Davi.

Agora permenecem a fé, a esperança e o amor, mas o maior destes é o amor.

 

 

Agosto/13: Terceira semana​

​​O meu Socorro vem do Senhor que fez o céu e a Terra

 

  1. Nesta última terça-feira o Davi teve a sua 1ª experiência como pescador, pois um casal de amigos: o Ronaldo e a Karina levaram-no para um pesqueiro. Foi um dia muito especial e divertido para todos e para o Davi foi incrível.

  2. Davi continua fazendo fisioterapia três vezes por semana na companhia dos pais que o levam e o trazem durante  o período da manhã. A firmeza e a determinação do Davi se vê  cada dia na esperança de apresentar melhoras mais significativas.

  3. Esta semana começaram a usar uma medicação já utilizada antes no tratamento da escara. Ela permanece aberta, porém, todos os esforços estão sendo feitos pela família no intuito da cicatrização mais rápida.

  4. O Davi continua pedindo aos amigos do Davi que não se esqueçam de orar por ele todos os dias a fim de que haja provisão e sustento de Deus para sua família e para ele e que sua cura seja consolidada em seu corpo para glória de Deus

  5. Os espasmos continuam sendo necessário tomar 06(seis) comprimidos por dia para que sejam em menor tensão. Estes medicamentos não estão disponíveis na rede pública, sendo necessária a aquisição nas farmácias comuns.

  6. A família estiveram em visita no domingo dia 11/08 na Igreja do Nazareno de Country Ville, lá tiveram uma recepção muito carinhosa de toda igreja e ele foi alvo de muitos abraços e beijos por parte da congregação.

  7. Nesta semana pesquisamos o preço de um veículo com estas características usado. Não encontrarmos nenhum para poder ter uma idéia de preço. Um dos locais de preparação destes carros em São Paulo, nos informou que só a adaptação do veículo sairia 32 a 34 mil reais. Pedimos aos amigosdodavi que orem e informe soluções mais baratas para poder facilitar a saida para estudo, tratamento, lazer  e futuro trabalho do Davi.

 

Sonda-me oh Deus e conhece o meu coração. Prova-me e conhece os meus pensamentos. Vê se há em mim um caminho mal

e gui-ame pelo caminho eterno.

 

 

Agosto/13: Segunda semana​

​​Em Deus faremos proezas

 

1.  O Davi iniciou tratamento de fisioterapia nesta última quarta-feira na clínica BIOPHISIO com a Dra. Sandra, ele se saiu muito bem nos exercícios, na próxima segunda irá retomar com toda força, logo ced, pela manhã.

  1. Continua o tratamento da escara que insiste em não fechar, entretanto todo um esforço está sendo feito para alcançar este objetivo.

  2. A família encontra grande dificuldade no transporte do Davi, principalmente, agora fazendo fisioterapia três vezes por semana (por enquanto) bem distante de sua residência. Apesar de cadastrado no Projeto Pai da Endec não consegue utilizar o serviço devido a grande demanda e o atendimento deficitário do mesmo, tendo que utilizar o carro da família, ainda que inapropriado, entretanto,  se espera em breve vencer mais este obstáculo.

  3. Os pais do Davi estiveram no Hospital da Unicamp em Sumaré e conseguiram através do Neurologista,  Dr. Paulo, um encaminhamento  para o Davi receber tratamento mais especializado no Centro de Reabilitação Lucy Montoro, próximo ao Centro Médico de Campinas.  Oremos para que realmente se dê este encaminhamento.

  4. O projeto de apoio através deste site, www.amigosdodavi.com tem sido de grande ajuda família. Gostaríamos de ousar um alvo maior desta vez. A família precisa trocar o carro por um outro que permita a entrada da cadeira de rodas com o Davi sentado nela. A diferença em dinheiro é realmente um desesafio para um site de apoio a uma pessoa, mesmo porque o carro deve ser equipado com o mecanismo de entrada e saida da cadeira. Certamente a diferença, ainda não orçamos será de  R$ 20 mil reais a R$ 25 mil. Isto se encontrarmos um carro usado já preparado 2011 a 2012. Vamos tentar os beneficios legais. Quem puder ajudar com informações, pode fazê-lo no e-mail paulo.maia@fundacentro.gov.br.

  5. Nesta semana pesquisamos o preço de um veículo com estas características usado. Não encontrarmos nenhum para poder ter uma idéia de preço. Um dos locais de preparação destes carros em São Paulo, nos informou que só a adaptação do veículo sairia 32 a 34 mil reais. Pedimos aos amigosdodavi que orem e informe soluções mais baratas para poder facilitar a saida para estudo, tratamento, lazer  e futuro trabalho do Davi.

 

 

 

   

Agosto/13: primeira semana​

​​

Bem aventurado os limpos de coração, porque erão Deus

 

 

  1. Dois enfermeiros que cuidaram do Davi durante os períodos mais críticos dele, foram a sua casa e ficaram com ele durante toda a tarde e parte da noite. Conversaram bastante e assistiram filmes com ele, além de se alegrarem por sua recuperação.

  2. A amiga Carolina Zaupa esteve em visita  e além de lhe desafiar e o motivar bastante, compartilhando experiências, o presenteou com uma almofada especial importada para ajudá-lo na prevenção de escaras, graças ao bom Deus.

  3. Na próxima quarta-feira o Davi estará em consulta na clínica BIOFISIO com a Dra. Sandra que continuará  o tratamento  fisioterápico, A partir deste tratamento esperamos  melhoras cada vez mais significativas.

  4. Um grupo de jovens da Igreja do Nazareno de Country Ville o visitaram no sábado e realizaram um culto especial com a família. Cantaram, testemunharam e se colocaram  a disposição deles oferecendo todo carinho e apoio. Uma bela  ação liderada pelo pastor Julinho e sua liderança.

  5. O Davi continua rompendo barreiras e como ele mesmo diz: “mais vivo do que nunca!”. Conseguiu ir ao cinema duas vezes esta semana, uma com as amigas e outra com a irmã. Foram momentos muito preciosos e de completa distração para ele, mesmo com limitação, estes passeios tem feito muito bem para ele.

  6. O projeto de de apoio através do site: www.amigosdodavi.com,  conseguiram,  adquirir uma cama elétrica seminova para tornar mais confortável  a vida do Davi, facilitar e minizar esforços dos pais no transporte cadeira/cama e vise-versa  e ainda evitar acidentes de queda neste transporte. Este equipamento veio ajudar tremendamente a família, ajudando a realizar menos esforço no cuidado dele, parabéns a estes preciosos amigos.

  7. O processo de cicatrização da escara no cóccix continua lenta e vagarosamente, entretanto todos os cuidados estão sendo realizados, permutando curativos diferentes, na esperança de em breve alcançarmos a cura.

  8. O projeto de apoio através deste site, www.amigosdodavi.com tem sido de grande ajuda família. Gostaríamos de ousar um alvo maior desta vez. A família precisa trocar o carro por um outro que permita a entrada da cadeira de rodas com o Davi sentado nela. A diferença em dinheiro é realmente um desesafio para um site de apoio a uma pessoa, mesmo porque o carro deve ser equipado com o mecanismo de entrada e saida da cadeira. Certamente a diferença, ainda não orçamos será de mais de R$ 20.mil reais a 25 mil, se encontarmos um carro usado 2011 a 2012. Vamos tentar os beneficios legais. Quem pduer ajudar com informações, poderia fazê-lo no e-mail paulo.maia@fundacentro.gov.br.

 

Então disse Pedro. A quem iremos Senhor. Se só tu tens as palavras de vida

 

 

JULHO/13: quarta semana

 

Deus seja gracioso para conosco e nos abençõe e faça resplandecer sobre nós o rosto.

01. Graças ao bom Deus, o Davi foi presenteado peloas AmigosDoDavi com uma cama hospitar elétrica de seis movimentos. A cama é capaz de baixar ao nível da cadeira de rodas diminuindo em muito o esforço dos pais necessário para transferi-lo quando é necessário dar banho, ir ao médico, fisioterapia, paseio ou um mesmo deixá-lo em casa na cadeira.  A idéia foi dar-lhe também um pouco mais de independência quanto ao posicionamento na cama. Ele ficou contente.

02. O Davi voltou a estudar e está elinando em casa as últimas matérias do seu curso de Mecatrônica. Também está estagiando se preparando para fazer programas e sistemas de simulação computadorizada em casa.

03. Os amigosDoDavi estarão em nova campanha a partir de agosto. A idéia é faciltar ainda mair sua movimentação através de um guincho hospitar ou da troca do carro da familia por outro que permita a entrada da cadeira de rodas sem desmostá-la. Participe e divulgue esta campanha.

 

O meu socorro vem do senhor que fez os césu e a terra

 

 

 

julho/13: Terceira semana

 

 

01.Graças ao bom DEUS, os amigos do Davi conseguiram presentiá-lo com uma cama hospitar eletrica com quatro motores que lhe permite seis movimmentos, através de botões em um controle em suamão. Além do conforto e o auto controle,  a cama automaticamente baixa ao nível da caseira de rodas diminuindo o esforço dos pais para trasferencia quando é necessário tomar banho e sair de casa para fisioterapia ou médico ou para qualquer outra atividade

chefe e diretora da Enf Lar esta semana. Isto alegrou ao Davi e aos familiares devido pela  amizade construída, bem como, pelo apoio profissional a família, o qual, agora delineia novos caminhos para o tratamento e cicatrização da escara.

02. O  amigo Paulo Maia incluiu o Davi num projeto de pesquisa da Fundacentro nesta semana Ele já começou a estudar em casa algumas horas por dia neste propósito com o fim de ampliar seus conhecimentos em uma nova área, bem como ajudá-lo em seu estágio de finalização de curso. O Davi está muito motivado e já começou sua jornada de estudos vencendo uma nova etapa de sua vida.

03. A Família  recebeu também a visita de um grupo muito especial, parte da mocidade da Igreja do Nazareno do Country Ville, que vieram sob a liderança do Pr. de Jovens (Juninho)  que cantaram louvores, compartilharam a Palavra de Deus, deram testemunhos de vitórias e apoio e encorajamento para família. Foi um tempo muito especial e edificante para todos. Este grupo se colocou a disposição para ajudá-los e, em breve, a família estará visitando a igreja em retribuição ao carinho dos irmãos e liderança local.

04. Pedimos a todos os amgos do Davi que divulguem a campanha para compra da cama eletrica com cico movimentos para Ele. A maior parte do tempo. ainda ele fica deitado e queremso que ele tenha o maior conforto possível e autonomia. Além disso a movimentação da cama ajudará mito no trnsporte dele para acadeira colocando a cama no mesmo nível dela. Para participar da campanha e maiores informações click no menu DOAÇÔES .

 

Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.
 

 

 

julho/13: segunda semana​

​​Deus seja gracioso para conosco e nos abençõe e faça resplandecer sobre nós o rosto.

 

 

  1. Após nove meses o Davi saiu com uns amigos de escola e sua irmã à noite, pela 1ª vez, juntos tomaram lanche e se divertiram, logo depois vieram para casa de seus pais e ficaram com ele para pernoitarem até o final da manhã do dia seguinte. Foi um feriado muito especial para ele.

  2. O enfermeiro chefe da Home Cair veio examinar a escara e após observação foram adotados mudança na utilização dos curativos e na próxima semana deverá mudar novamente para continuar o processo de cicatrização, porém ela ainda continua aberta.

  3. Os pais apanharam uma gripe esta semana  e em consequência o Davi também acabou resfriando devido ao contato diário e inevitável, durante dois dias ficou mais debilitado, entretanto neste sábado está um pouco melhor, mas com tosse.

  4. O Davi ainda está aguardando o retorno da clínica para começar a fisioterapia a partir de agosto 2013, pelo menos durante três vezes por semana, enquanto isto está fazendo uma vez por semana em casa.

  5. Os pais também estudam e aguardam uma oportunidade da troca de seu carro pessoal para um veículo que favoreça a locomoção e transporte do Davi sem desmontar a cadeira de rodas, bem como o manuseio dele para tirar e por no carro, limitando em muito a sua saída de casa para outras atividades.

  6. O Davi está muito empolgado com a possibilidade de desenvolver seu projeto de finalização de curso e seu estágio com o pesquisador e amigo Paulo Maia, que estuda meios de inclusão do Davi neste processo o qual certamente será muito benéfico e importante nesta etapa de sua vida, inclusive, ele mesmo já sonha com a possibilidade de ter a sua própria liberdade financeira e assim poder ajudar os seus pais.

  7. Tendo em vista que a maior parte do tempo o Davi passa na cama, continuamos a campanha para compra de uma cama hospitalar com controles automáticos com cinco movimentos o que permitirá que o próprio Davi ajuste a posição, adequando-a quando se sentir incomodado e um guincho de transferência hospitalar, também automático, para passá-lo da cama para a cadeira e da cadeira para o carro. Para participar dessa campanha entre no menu doação deste site

junho/13: Quinta semana

O Senhor é bom e sua misericórdia dura para sempre.

O Davi esteve em consulta com o neurologista esta semana. Tudo correu bem e o médico percebeu melhoras em seu quadro, ficou feliz em poder ouvir a voz do Davi e recomendou medicamentos para evitar os espasmos e a sua ida a clinica, o mais breve possível, para dar início a uma fisioterapia mais elaborada, o que deve acontecer por volta do próximo mês.

2.O enfermeiro responsável visitou o Davi esta semana e constatou melhora na cicatrização da escara, que continua alternando medicação para um melhor efeito.

3.Tendo em vista que a maior parte do tempo o Davi passa na cama, iniciamos uma nova campanha para compra de uma cama hospitalar com controles automáticos com cinco movimentos o que permitirá que o próprio Davi ajuste a posição adequada quando se sentir incomodado e um guincho de transferência, também automático, para passá-lo da cama para a cadeira e da cadeira para o carro. Para participar dessa campanha entre no menu doação deste site

 

junho/13: Quinta semana​

O Senhor é a tua sombra à tua direita, de dia, não te molestará o sol, nem de noite a lua.

 

  1. Esta semana chegou à cadeira ortostática do Davi doada pela igreja do Nazreno de Jardim Leonor. O equipamento que possibiliata que ele fique em pé . Ele fez alguns testes com ela e gostou muito. Foi mais uma conquista dos amigos do Davi e espera-se que ele se recupere cada dia mais. Este equipamento ajudará sua circulação, sistema urinário, digestivo, cardiaco, evitará perdas na densidade óssea, etc.

  2. A escara continua aberta, entretanto ele começou, esta semana, a utilizar  outro medicamento para cicatrização, a papaína.

  3. Nesta ultima quinta-feira o professor Paulo Miguel do Colégio Técnico da UNiCAMP- COTUCA e o pesquisador Paulo Maia estiveram com o Davi conversando sobre o estágio para conclusão do curso de Mecatrônica apresentando  dois projetos em que ele pode trabalhar.  O primeiro seria na documentação técnica  dos projetos elaborados pelos alunos do Cotuca e o segundo sobre uma aplicação de acessbilidade via wireless. Os dois amigos estão vendo como viabiliazar um ou outro estagio. O Davi ficou muito motivado e certamente vencerá mais este desafio.

  4. Após mais de oito meses o Davi conseguiu, junto com sua família e amigos, ir ao Shopping e assistir um filme. Foi um tempo de lazer muito importante para todos e mais um limite vencido por ele.

  5. Amigos de sua turma do COTUCA pernoitaram na casa de seus pais proporcionando-lhe uma noite muito agradável e de lazer para todos.

 

Óh quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.

junho/13: Quarta semana​

 

Porque Deus não nos deu espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor e de moderação

 

  1. Davi agradece ao Dr. Davi da clínica Odonto Vitória por mais uma vez atendê-lo esta semana em mais uma etapa de seu tratamento o qual tem feito com dedicação sem nenhum custo. A Dra. Érika deve concluir o que falta do tratamento nos próximos dias, também sem nenhum custo.

 

  1. O pai do Davi esteve esta semana pela segunda vez na escola do Davi, o COTUCA e acertou os últimos detalhes com a coordenadora e diretora da instituição para que os professores enviem o material por e-mail e por amigos,  para que o Davi possa ir fechando as matérias que faltam e assim poder concluir seu curso com mérito.

 

  1. Parte do  material  do curso já chegou para o Davi que deve iniciar as atividades em casa já na segunda feira.

 

  1. Nesta sexta feira o Davi, depois de oito meses sem sair de casa para lazer, foi ao Shopping com seus pais e irmã. Foi um tempo muito agradável e de muitas adaptações e de vencer limites, tanto da parte de sua família com dele mesmo.

 

  1. Nesta sexta o Pai do Davi conseguiu dar entrada da documentação  na ENDEC Campinas para que o Davi possa ser incluído no Projeto Pai e assim poder ter condições apropriadas para locomoção para exames médicos, fisioterapia etc.

 

  1. O Pesquisador Paulo Maia esteve nesta manhã de sábado com o Davi conversando sobre seu estágio para conclusão de seu curso. Estágio este que deve acontecer dentro em breve. Uma reunião entre o pesquisador Paulo Maia e o Professor Paulo do COTUCA, está marcada para próxima quinta feira com o Davi, no intuito de acertar os detalhes de seu estágio para que ele possa formar com sua turma no ano que vem.

 

  1. Neste domingo toda a enfermagem está sendo cancelada pela UNIMED Paulistana, bem como a redução de sete dias de fisioterapia, para um dia por semana. A família deve entrar em contato na próxima segunda com  a CLINICA BIOPHISIO para que o Davi possa fazer as seções de fisioterapia pelo menos três vezes por semana para evitar problemas em sua recuperação, ele deverá estar sendo locomovido por enquanto de carro, mesmo com toda dificuldade no transporte.

 

  1. Nesta manhã de sábado o Hospital Sarah Kubitschek entrou em contato com a família para agendamento do Davi para consulta em Brasília DF. Entretanto, por conta do Davi ainda ter escara, o hospital irá aguardar a completa cicatrização da mesma e assim os pais deverá  enviar um fax para a instituição com laudo médico, o qual assim possibilitará a consulta pela junta médica que deve analisar o caso e decidir o que poderá ser feito.

 

  1. Ainda a família encontra dificuldades na locomoção do Davi dentro de casa, como também para sair de carro para alguma atividade com ele, devido ao seu peso.  A família aguarda encontrar soluções para estes dois fatores limitadores e dificultosos do dia a dia.

 

10. Amigos(as) do Davi estarão com ele nesta sábado à tarde e deverão dormir na casa da família, no intuito de fazer companhia para o Davi, conversar, assistir filmes e diverti-lo. E como disse o Davi, “é bom ter amigos que não esquecem a gente, mesmo na hora mais difícil de nossas vidas”.

 

11. Tendo em vista que a maior parte do tempo o Davi passa na cama, iniciamos uma nova campanha para compra de uma cama hospitalar com controles automáticos com cinco movimentos o que permitirá que o próprio Davi ajuste a posição adequada quando se sentir incomodado e um guincho de transferência, também automático, para passá-lo da cama para a cadeira e da cadeira para o carro. Para participar dessa campanha entre no menu doação deste site.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
junho/13: Terceira semana​

 

Oh! quão bom e com suave é que os irmãos vivam em união


01. Infelizmente nesta semana o Davi sentiu muita dor de cabeça o impossibilitando de fazer os exercícios de fisioterapia .
02. Seu pai e o amigo Paulo Maia estiveram esta semana no COTUCA falando com a coordenação do curso de Mecatrônica, os quais criará meios para que o Davi possa concluir as matérias que ficaram pendentes no último bimestre de 2012, e assim ele possa receber seu certificado técnico e ser parte do grupo que terá sua formatura no ano que vem.
03. Seu pai também procurou a coordenação do SENAI para que o Davi possa também concluir seu curso Técnico. A direção do SENAI se mostrou muito solicita e também criará os recursos necessários para que o Davi possa fechar e vencer mais esta empreitada.
04. Ele ficou muito entusiasmado com a possibilidade de poder fazer seu estágio técnico com o pesquisador e amigo Paulo Maia o qual tentará buscar os meios necessários para que ele amplie seus horizontes e faça seu estágio dentro do seu atual momento superando-o.
05. Foi feito esta semana  o seu cadastro no Hospital Sarah Kubischek  em Brasília DF. O caso do Davi será analisado por uma junta médica  que deverá marcar uma consulta em breve e assim decidirem se ele poderá se internar e entrar no programa de reabilitação intensiva. A família aguarda o retorno do Hospital que deverá acontecer nos próximos dias.
06. A Sra. Rita da firma, Promedida, está fazendo os últimos ajustes em sua cadeira de rodas para melhor acomodação e segurança, bem como ajustes em seus extensores para os membros inferiores.
07. Chegaram as órteses para os membros inferiores e superiores  do Davi, frutos do trabalho árduo através do site: www.amigosdodavi.com, que muito tem abençoado a família.
08. A família está na esperança de poder obter recursos para troca do carro atual por uma dublô, onde facilitará o transporte do Davi para fisioterapia, consultas e para lazer, visto que o veículo que possuem é inapropriado para as condições do filho, sendo assim espera-se que com a troca do veículo o Davi obtenha maior segurança e comodidade, pois será transportado na própria cadeira de rodas evitando que seja machucado no transporte, o que tem acontecido. Por este motivo o Davi tem evitado sair de carro devido às condições e  esforço dispensado na manobra

09. Tendo em vista que a maior parte do tempo o Davi passa na cama, iniciamos uma nova campanha para compra de uma cama hospitalar com controles automáticos com cinco movimentos o que permitirá que o próprio Davi ajuste

a posição adequada quando se sentir incomodado e um guincho de transferência, também automático, para passá-lo da cama para a cadeira e da cadeira para o carro. Para participar dessa campanha entre no menu doação deste site.

Mensagem do DAVI:

Eh, se for ver eu tenho muitos motivos mesmo pra olhar pro alto e agradecer. Sei que dia 12 de outubro do ano passado eu ganhei um presente que muitos e muitos nao o veem como tal, nem mesmo eu entendo e acho que nunca vou entender. Na verdade parei de tentar, faz mal e a resposta nunca vem. Mas sei que tem um motivo muito grande por traz dele. E igualmente grande, ou ate mesmo maior, adimito ser a dificuldade de lidar com esse presente todos os dias e todos os dias acordar sabendo que ele continua ali, continua sendo meu. Ver em todos os lugares pessoas fazendo coisas que eu ja nao consigo fazer mais, por enquanto, posso dizer com minha fe. Ou as vezes como brinco com minha irma, temporariamente fora de servico. Mas se engana quem pensa que eu to sempre bem, sempre com o sorriso que sai nas fotos. Tem dias que o tempo fecha ne Thais Martins ou Telma Lima ouMárcio Luis Lima? Mas o motivo pra olhar pro alto e agradecer na verdade sao os motivos. Sao as pessoas. As presentes, quero dizer. Alem das que oram, rezam ou pedem, as que ajudam de alguma forma. Mas hoje eu quero mesmo me referir e agradecer as que se fazem presentes, que continuam a vir me ver, visitar, que me chamam pra sair, dar role. Que alem de palavras, provam com atitudes que a situacao que me encontro nao muda a amizade, e, principalmente, nao muda o fato que estou vivo. Pessoas como Victor Sanches, Tânie Oliveira, Camila Oliveira, Kleber Luiz, Juuh Vianna, Camila Rainha, Caroline Idalgo, Pablo Gabriel, Paula Fernanda, Michele Vieira, Julia Loureiro, Caio Garotti, Joao Costa, Chrisao, dentre muitos outros. Ja sao pessoas que nao vo essquecer. no minimo importantes. Obrigado por me ajudar no presente que ganhei. sz

junho/13: Segunda semana​
SENHOR dos Exércitos, bem-aventurado o homem que em ti põe a sua confiança

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1. O Davi esteve em consulta com outro médico especialista em neurologia na quarta-feira. O médico encorajou-o  na prática de exercícios e alimentação e receitou remédios que o ajudarão na diminuição dos espasmos e na parte nervosa para diminuir a dor nas mãos e as ondas de calor que ele sente. Lançou esperança e confiança para Davi em relação a sua recuperação o mais breve possível. Ele saiu muito animado da consulta com o Prof. Dr. Donizete Cesar Honorato.
02. Com a mudança de dois medicamentos e o acréscimo de outros dois houve dificuldades  quanto ao sono no período da noite, ficando três noites sem dormir e dor de cabeça. Estes dois medicamentos, que tiveram um custo elevado, foram supridos pelos recursos do site amigos do Davi.
03. A escara continua sendo tratada, entretanto deve levar algum tempo até que cicatrize.
04. O Davi manuseou bem o seu tablet durante a semana e no sábado passou a tarde acompanhado com seus amigos(as) de escola (COTUCA) que vieram para animá-lo e encorajá-lo, fez muito bem para ele.
05. Foi colocada a escova de dente em sua mão, fixada com um esparadrapo, ideia do Davi, que fez com que ele escovasse seus dentes sozinho.
06. O serviço da enfermeira paga pela Unimed  já está com seus dias contados, até a próxima segunda semana de junho  deverá encerrar o apoio da enfermagem e o Davi contará apenas com o auxilio dos pais e irmã.

07. Os amigos do Davi agradecem a Igreja do Nazareno de Jardim Leonor que em campanha liderada pelo Pastor Humberto Carvalho Oliveira doou o valor maior que o necessário para aquisição da cadeira hortostatica para o Davi, a qual já foi comprada e deverá chegar esta semana.

08. Assim fizemos um novo alvo para os amigos do Davi. Através deste site poderemos colaborar com doações ou informações sobre quem tem para doar ou vender uma cama  hospitalar automatizada (isto é, que abaixa, levanta, e que senta o paciente) para que possamos adquirir. Este equipamento é importante, porque facilitará a sua transferência para a cadeira de rodas. O peso do Davi está aumentando e os pais já estão preocupados em não suportá-lo. Estamos avaliando, também, a alternativa do uso do equipamento automático (guincho)  de transferência do Davi da cama para a cadeira e vise-versa já que  ele tem sentido dores, após ser  levantado pelo pai apoiado apenas por debaixo dos braços.

 

 

Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem.
Salmos 139:14

 

 

 

junho/13: Primeira semana​

Em tudo dai graças, porque está é a vontade de Deus.

 

 

 

 

 

 

​​

01. O resfriado do Davi diminuiu e ele passou a semana um pouco melhor, sem tosse e com a secreção diminuindo a cada dia.

02. Conseguiu através do tio Geter e a tia Flávia tomar as injeções contra gripe e pneumonia.

03. Esta semana o Davi conseguiu ir ao dentista para o início de um tratamento muito especial realizado carinhosamente pela Dra. Érika da II Igreja do Nazareno através da intermediação da Dra. Sandra Maia. Tratamento doado pelo Dr. Davi e Dra. Érika na clínica Odonto Vitória.

04.  O Davi começou a utilizar o aparelho "Respiron" para fortalecimento pulmonar sob a orientação dos Fisios, Dra. Érika e Dr. Celso. Ele foi muito bem já no início do tratamento.

05. A escara continua aberta e segue o tratamento para cicatrização da mesma.

06. O Davi continua tendo ondas de calor muito fortes e os espasmos aumentaram, além da dificuldade para dormir durante à noite. Na próxima quarta-feira deverá estar consultando  um novo neurologista para obter novas perspectivas e informar estes sintomas.

07. Esta semana o Davi fez a sua inscrição para o  ENEM  ultrapassando seus limites, certamente será um grande desafio.

 

Os que esperam no Senhor renovarão as suas forças,  subirão com asas como águias. Correrão e não se cansarão, caminharão mas não se fatigarão.

 

 

 

Maio/13: Quarta semana

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

01. O Davi passou a semana se recuperando de uma amigdalite forte por conta de um resfriado. Ele está tomando antibiótico para regressão da mesma e assim não correr risco de comprometimento da cirurgia na traqueia.
02. Ainda está com maior volume de secreção devido ao resfriado, sendo necessárias manobras durante o dia para ajudá-lo a expeli-la.
03. Por conta do resfriado e tosse a maior parte das noite não dorme bem, vindo a dormir um pouco melhor durante a manhã.
04. A escara apresenta uma fibrose de cor esbranquiçada que necessita ser removida para que o processo de cicatrização aconteça. Os curativos estão sendo feitos até duas vezes ao dia para acelerar  o processo. Ainda está grande em comparação quando antes da última cirurgia.
05. O Davi tem apresentado quadros constantes de ondas de calor no rosto e no peito, sendo necessário, durante várias vezes ao dia, a passagem de um pano úmido para refrescar, mesmo neste tempo frio.
06. Vencendo seus limites e com dificuldade, o Davi tem usado bastante o tablet e o notebook para navegar na internet e jogar, como forma de distração, usando apenas o dedo indicador.
07. Realizou muitas leituras esta semana, hobby este que voltou a praticar, mesmo com limitação no manuseio do livro, precisando ser auxiliado. Entretanto, o amigo e pesquisador Paulo Maia está desenvolvendo um mecanismo que o auxiliará neste processo oferecendo-lhe maior liberdade e autonomia.
08. Esta semana quase não foi para cadeira, devido a alguns ajustes que precisam ser realizados na mesma. As peças a serem ajustadas foram enviadas para a Rita no inicio da semana, sendo aguardado o retorno das mesmas para utilização plena do equipamento e maior conforto e segurança para o Davi.
09. Esta semana a prótese das pernas chegaram, doadas pelo amigo da cabeleireira Inês, o que foi muito importante pata ele e já começou a utilizá-las.
10. Também começou a utilizar meias de média compressão para auxilio na circulação sanguínea.
11. A coordenadora do Colégio CUTUCA , onde o Davi é aluno e estava para se formar em Dezembro de 2012, sendo interrompido o processo devido ao acidente, ligou esta semana para os pais informando aos pais o resultado de uma reunião do conselho escolar junto a direção de ensino, que o diploma de formatura seria concedido ao Davi devido ao seu excelente desempenho nas matérias e ao fechamento praticamente de todas elas. No entanto o Davi agradeceu o reconhecimento e informou que ele pretende voltar à escola e ele mesmo concluir o que falta para receber o diploma. Ele deverá em breve voltar e cumprir um bimestre para conclusão final do seu curso de Mecatrônica.
12. Como aluno da UNICAMP o Davi anseia e espera poder ser colocado em um programa especial para pacientes com dificuldades especiais, e no seu caso, tetraplegia, e assim voltar a sonhar novamente e por em curso os seus planos, crendo acima de tudo na fidelidade de Deus e na ajuda das pessoas envolvidas nestes programas e que podem encaminhá-lo para esta nova fase de sua vida.
13. Esta semana os pais do Davi foram informados que a enfermagem concedida pela UNIMED será retirada completamente no prazo de duas semanas, passando os cuidados completamente para os pais, fato este, que trouxe apreensão para família que segue confiando na direção e providência de Deus, como tem sido até então.

07. Ainda estamos na  companha para aquisição do equipamento que permitirá que ele se locomova e fique em pé sempre que quiser e possa alcançar objetos a altura de 1,70 metros sozinho. O equipamento também permitirá muitos benefícios para  sua saúde.Trata-se da cadeira ortostática (foto no menu doações). Para participar clique em doações.



Óh DEUS,  FAZ-ME UM INSTRUMENTO DA TUA PAZ. ONDE HÁ TRISTEZA QUE EU LEVE ALEGRIA.





Maio/13: terçeira semana





01. Na segunda, a cadeira específica para o Davi chegou e com esta nova ferramenta ele conseguirá um pouco mais de liberdade de locomoção e certamente no geral trará melhoras significativas para ele. Ele está muito animado com as novas possibilidades e já começa a fazer planos.

02. Por conta de um resfriado o Davi não conseguiu utilizar muito a cadeira esta semana, devido ao aumento de secreção quando há movimentação com ele. Ele ainda não tem força suficiente para expelir a secreção sendo necessário fazer manobras várias vezes ao dia, e por conta disso, se limitou a ficar mais tempo na cama.

03. O resfriado também o impossibilitou de dormir durante à noite porcausa da tosse, secreção e um estado febril.

04. Elei se recupera da cirurgia. A cicatrização dos cortes na traqueia estão cada vez melhores e a comunicação pela fala está cada dia melhor.

05. Devido ao tempo no hospital houve piora da escara nas costas, entretanto os pais estão tomando todos os cuidados específicso e focados no tratamento da mesma para voltar a cicatrizar-se.

06. Nesta semana o pesquisar e amigo Paulo Maia visitou o Davi e instalou em sua cama uma cesta de basquete para que ele possa praticar movimentos com os membros superiores (as mão ainda não tem movimentos , mas os braços tem). Também adaptou uma mesa para cama onde possibilitará ao Davi na leitura de livros, hobby que ele sempre gostou além de filmes.

07. A  companha para aquisição do equipamento que permitirá que ele fique em pé sempre que quiser, possá alcançar objetos sozinho e se locomova e ao mesmo tempo sejá beneficiado em muito na sua saúde está indo muito bem, apóie esta causa .Trata-se da cadeira ortostática (foto no menu doações).

 

 

 

Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças

​​Maio/13: segunda semana

Caros amigos e irmãos, ainda estamos comemorando, depois de sete meses, o retorno da voz do nosso amigo Davi. A cirurgia foi bem melhor do que esperarvámos, pois Deus sempre nos dá mais do que pedimos ou pensamos. Em lugar de uma prótese na garganta. Ele decidiu dar perícia ao médico que decidiu por remover a membrana que cresceu na traquéia  após a entubação, e fechar a traquestomia no pescoço. Foi uma alegria ouvir o nosso amigo falar novamente , razão pelo qual agradecemos ao Senhor.

O Davi voltou para casa neste sábado e passa bem.

Vamos orar para que possa passar para um segunda fase de recuperação na qual possa fazer fisioterapia para se recuperar numa velocidade ainda maior.



​O pai dele (Márcio) informa:

01. O DAVI INTERNOU NO SÁBADO  ÀS 06:00HS DA MANHÃ DIA 04.05.2013 PARA REALIZAÇÃO DA TRAQUEOSTOMIA E ALARGAMENTO DA TRAQUEIA POIS APÓS OS EXAMES SE CONSTATOU QUE ELA ESTAVA 100% FECHADA. A CIRURGIA OCORREU POR VOLTA DAS 09:00HS DA MANHÃ SENDO REALIZADA EM DUAS HORAS. APÓS A CIRURGIA O DAVI FOI PARA UTI DO CENTRO MÉDICO DE CAMPINAS.

02. O Médico Dr. Ricardo Calaff realizou uma cirurgia acima das expectativas. O Davi deveria colocar uma prótese na traqueia que teria uma duração de seis meses e logo depois precisaria realizar uma outra cirurgia para remoção desta e possível colocação de uma prótese permanente e uma tampa na cânula para qualquer intercorrência. O Médico fez uma trabalho excelente  acima das expectativas do Davi e da família  Ele removeu seus "gomos" doentes da traqueia e reconstruiu a mesma e retirou a cânula, fechando-a completamente. Foi colocado um "freio" do queixo ao peito para evitar movimento do pescoço e isto durou seis dias de muito desconforto e dor, mas que valeram à pena. Davi permaneceu durante dois dias na UTI e cinco no quarto para recuperação, sendo acompanhado pelos pais, revezando, durante 24 horas até a sua alta no último sábado dia 11 quando retornou à casa pela manhã.
03. O Davi já retirou os pontos, o "freio" e a cânula.  Está falando perfeitamente, se recuperando progressivamente, sentindo apenas uma dor na garganta.
04. Hoje Domingo, esteve visitando os avós, primos(as) e tios(as) que muito celebraram a sua vitória. Fez a viagem de carro e passou bem sem nenhuma intercorrência.
05. Devido a permanência nos hospital por quase sete dias, a ESCARA ficou pior. Aumentou e ficou secretiva, fato este que será reportado para a enfermagem responsável da Home Cair na próxima segunda para realização de procedimentos mais específicos para recuperação ativa e cicatrização da mesma.
06. Devido ao tempo de imobilização do pescoço, o Davi manteve as pernas curvadas, o que foi prejudicial, entretanto, na próxima segunda retomará os  exercícios de fisioterapia focando as mãos e as pernas,
07. O Davi provavelmente receberá a cadeira de rodas na segunda-feira, a qual deveria ser entregue na sexta-feira, mas estávamos no hospital. Assim poderá ganhar mais mobilidade e passar a permanecer o mínimo possível na cama e assim poder tomar mais sol e sair mais para interagir com o mundo fora. Ele está ansioso para isso.
08. Domingo. Neste final de dia o Davi permanece estável e passando muito bem, embora tenha tido um estado febril à noite passada. Ele está bem, conversando normalmente e interagindo melhor com sua familia que muito se alegra com mais esta conquista.

09. A  companha para aquisição do equipamento que permitirá que ele fique em pé sempre que quiser, possá alcançar objetos sozinho e se locomova e ao mesmo tempo sejá beneficiado em muito na sua saúde está indo muito bem, apóie esta causa .Trata-se da cadeira ortostática (foto no menu doações).

O SENHOR É MEU PASTOR E NADA ME FALTARÁ
​​
​Maio/13: Primeira semana